Click here to edit title

Click here to edit subtitle

Blog

Portabilidade - Testes de Software

Posted by JJ on May 22, 2014 at 1:55 PM

Este é um post inicial de uma longa série que vou postar a partir de agora sobre esse tema minimamente falado, porém, utilizado quase que instantaneamente por todos. Veremos ao longo dos posts que nós realizamos testes de portabilidade desde criança.



Portabilidade pode significar:

 


       No contexto da informática, a portabilidade de um programa de computador refere-se à característica das aplicações serem executáveis (ou facilmente recompiladas) em outras plataformas além daquela de origem;


 

       Nas telecomunicações, a portabilidade de números telefónicos é um processo ou grupo de processos que permitem que um cliente de um prestador de serviço transite para outro prestador mantendo o mesmo número de telefone;


 

       Nos serviços de saúde, a portabilidade de carências dos planos de saúde permite levar consigo as carências de outros planos já cumpridas pelo cliente.

 

 


No contexto da informática, a portabilidade de um programa de computador é a sua capacidade de ser compilado ou executado em diferentes arquiteturas (seja de hardware ou de software). O termo pode ser usado também para se referir a re-escrita de um código fonte para uma outra linguagem de computador.

 


Java, por exemplo, é uma linguagem de programação portável já que basta compilar a aplicação uma vez apenas para que essa possa ser executada em qualquer plataforma que possua a respectiva máquina virtual Java (também conhecida por JVM). Não existe a necessidade de produzir uma versão compilada para cada sistema computacional em que se deseje executar a aplicação.

 


Os criadores de programas de computador muitas vezes afirmam que o programa que escrevem é portátil (ou portable em inglês), o que quer dizer que pouco esforço é necessário para convertê-lo a outro ambiente. A quantidade de esforço necessário depende do quanto o ambiente original é diferente do novo ambiente, a experiência do(s) autor(es) em utilizar linguagens e chamadas realmente portáteis.


 

A quantidade de CPUs e sistemas operacionais em uso com o tempo se tornou muito menor que na década de 1980[carece de fontes] e o domínio das arquiteturas baseadas no x86 (para o qual o sistema Microsoft Windows é prioritariamente desenvolvido, mais tarde também os sistemas Linux e até Mac OS X) criou uma situação na qual muitos programas não são mais convertidos para outras arquiteturas.



Portabilidade nos Testes


Um grande problema(tempo) é executar o mesmo teste para garantir a utilização em várias plataformas. Nos dias de hoje, com a automação de testes ficou mais fácil. Porém, no Brasil, ainda é pouco explorada. Outro ponto que afeta os testes(novamente o conceito de Prazo) é que a tecnologia evoluiu e já não aceita mais um sistema que não tenha mobilidade, seja web, seja móvel.


Podemos migrar?

Categories: Portabilidade

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments